Entenda aqui como ser uma dançarina profissional

como ser uma dançarina profissional
7 minutos para ler

A carreira de dança sempre gera muitas dúvidas, não é mesmo? Afinal, saber como ser uma dançarina profissional envolve um processo intenso de análise pessoal para encontrar o campo de atuação ideal. Além da motivação e do gosto pela dança, você precisa conhecer o mercado de trabalho para encontrar possibilidades reais de atuação.

E então, como fazer isso e conquistar uma carreira de sucesso? Neste artigo, separamos as melhores dicas para você desenvolver uma boa trajetória ocupacional e fortalecer com facilidade e eficiência a sua carreira na dança. Vamos lá?

Realize cursos profissionalizantes

No Brasil existem poucas universidades que disponibilizam uma graduação voltada para a dança, como a Faculdade de Artes do Paraná. A maioria dos cursos oferece somente o grau de licenciatura, isto é, dando enfoque para a formação de profissionais capazes de ensinar as diversas técnicas e metodologias da dança.

Em função da pouca oferta de ensino superior, é muito importante investir em cursos profissionalizantes para consolidar o seu conhecimento, aprimorando suas técnicas e conhecendo outras faces da dança enquanto profissão.

Para isso, você precisa fazer uma boa análise em relação a sua futura escola de dança, identificando as vantagens que ela apresenta para você, o custo-benefício e as diferentes técnicas e metodologias de movimentos corporais que ela oferece, para realmente ampliar o seu olhar e aprimorar suas habilidades.

Além dessas informações, existem outros dados que precisam ser considerados na hora de escolher a sua escola que oferece cursos profissionalizantes, como:

  • identificar quantos alunos fazem parte do corpo discente e qual a avaliação que eles dão para a escola;
  • observar a relevância social que ela apresenta;
  • analisar as oportunidades que ela oferece, sobretudo em relação a inserção no mercado de trabalho;
  • conhecer o conteúdo programático de cada aula e verificar se realmente agrega o seu conhecimento;
  • analisar a infraestrutura do local.

Estude e conheça o mercado de dança profissional

como ser uma dançarina profissional

Além de investir no seu conhecimento técnico, é fundamental se familiarizar com o mercado de dança profissional, reconhecendo as principais oportunidades que ele apresenta, bem como identificar os trâmites que você precisa realizar para estar legalizado na profissão.

Por exemplo, para receber um cachê e ser reconhecido pelo Ministério do Trabalho e Emprego, é necessário estar registrado na DRT (Delegacia Regional do Trabalho). Somente assim você terá o reconhecimento legal de que é uma dançarina profissional e, então, poderá receber alguns benefícios da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho).

Bom, depois que você já está regulamentada, o que precisa ser feito para entrar no mercado de trabalho? O primeiro passo é estudá-lo. Isso porque é somente por meio desse processo de conhecimento das oportunidades que você saberá, de fato, o que ele oferece para o seu futuro profissional.

Assim, é possível definir em qual campo de atuação você quer seguir — atuação, educação, teatro, circo etc. — e aprimorar o seu conhecimento técnico em relação a ele, abrindo cada vez mais portas para a sua jornada profissional.

collant-femininoPowered by Rock Convert

Desenvolva habilidades para atuação no campo

Você concorda que é necessário desenvolver certas habilidades para ter uma boa atuação? Da mesma forma que um médico cirurgião precisa ter um bom controle muscular para desempenhar bem a sua função, um dançarino profissional deve ter um físico aprimorado para dar conta da exigência corporal da dança.

Se você ainda não conhece as principais habilidades que um dançarino deve ter para encontrar boas oportunidades, fique tranquilo! Separamos a seguir aquelas que você deve voltar a sua atenção e investir no seu aprimoramento.

Desempenho físico

Como comentamos, ter um bom físico é uma das características mais importantes que você deve ter para conseguir o reconhecimento no mercado. Lembre-se de que essa habilidade não é relevante em função de um padrão estético, mas sim para dar conta dos movimentos corporais que a dança exige.

Vamos pensar juntos: uma dançarina que não tem flexibilidade e ritmo provavelmente não conseguirá encontrar bons trabalhos no futuro, já que esses são dois elementos fundamentais para realizar uma apresentação de qualidade ou, ainda, ensinar alguém as técnicas de movimento corporal.

Uma excelente forma de aprimorar o seu desempenho físico é por meio do treino de novas metodologias de dança, alinhadas com o seu curso profissionalizante. Ainda, é possível dar início à musculação ou outras atividades para fortalecer a sua musculatura e aprimorar a flexibilidade e resistência física.

Estabilidade emocional

Outro ponto importante de ser olhado é a sua saúde mental. Ainda que o seu corpo tenha resistência física, se você não tem estabilidade emocional para lidar com os prazos, a pressão e a exposição que a dança pode gerar pode ter dificuldades de lidar com a profissão.

Isso acontece em função do corpo ser o instrumento de trabalho fundamental desse profissional, que lida diariamente com expressão e movimentação. Assim, ter uma boa relação com o seu corpo é uma das habilidades mais importantes para desenvolver confiança na hora de realizar uma performance.

Competição saudável

como ser uma dançarina profissional

A estabilidade emocional precisa estar alinhada, ainda, com a competição saudável. Afinal, o mercado da dança é competitivo e estimula os profissionais a encontrarem uma boa posição que reflete no sucesso e, também, na felicidade do trabalhador.

Acontece que existe uma linha tênue entre uma competição que traz satisfação e aquela que gera insegurança e ansiedade. Uma excelente forma para estimular uma disputa saudável e motivadora é por meio da consolidação de objetivos e metas profissionais.

Assim, ao reconhecer o seu propósito enquanto dançarina, você sabe a trajetória que precisa traçar, identificando quais serão os obstáculos que surgirão, criando formas de enfrentá-los a fim de respeitar outros profissionais — criando boas redes de contato — e, mais ainda, a sua saúde física e mental.

Disciplina e determinação

Por fim, ter disciplina e determinação é uma das principais características que você deve desenvolver para ter uma atuação de qualidade. Você lembra que comentamos sobre estabelecer metas e objetivos para ter um bom desenvolvimento profissional? Pois é, quando você sabe onde quer chegar, consegue trabalhar sua disciplina e determinação com mais facilidade.

Afinal, você se sente mais motivado em conseguir cumprir as tarefas diárias, tendo em vista que elas fazem parte de um objetivo maior: ser uma dançarina profissional. Isso permite não só uma melhora na sua vida emocional — evitando a procrastinação —, mas também na sua vida física ao estimular a prática constante de exercícios.

Pesquise as possíveis carreiras

No início do artigo falamos sobre o mercado de trabalho, você se lembra? Pois é, parte da familiarização com o campo refere-se à pesquisa de possíveis carreiras a serem seguidas. Essa pequena atitude, além de ampliar o seu olhar da profissão, também estimula o autoconhecimento, tendo em vista que você entra em contato com diferentes formas de trabalho e consegue visualizar qual espaço você quer ocupar.

Atualmente, existem diversas carreiras que você pode seguir. Abaixo, listamos as que mais estão sendo procuradas. Confira!

  • professora de dança para crianças, jovens, adultos e idosos;
  • coreógrafa, tanto para espetáculos quanto para o cinema, teatro e circo;
  • dançarina em espetáculos, teatro, circo e cinema;
  • produtor artístico e cultural, sobretudo na carreira acadêmica.

Entender como ser uma dançarina profissional não precisa ser um desafio. Ao analisar o mercado de trabalho, conhecer as possíveis oportunidades, identificar as habilidades que precisam ser desenvolvidas e investir em cursos profissionalizantes, você se torna capaz de conhecer a fundo essa profissão e encontrar o caminho que você deseja seguir.

E então, o que achou do nosso artigo? Aproveite para continuar a sua leitura e descubra como aprimorar o seu conhecimento na dança com um curso de férias!

sapatilha-de-pontaPowered by Rock Convert
sapatilha-de-pontaPowered by Rock Convert
Você também pode gostar

1 comentário em “Entenda aqui como ser uma dançarina profissional

Deixe uma resposta

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

-